Buscar

Importância dos brinquedos para pets

___________________________________________________________________________

Autora: Letícia Maciel


Hoje em dia, os pets, por viverem cada vez mais próximos de seus tutores no interior de casas e apartamentos, são incapazes de manifestar os comportamentos naturais da espécie e de se exercitar adequadamente. Os brinquedos entram nessa história como grandes aliados de combate!

Eles podem, além de estimular os seus comportamentos naturais e serem aliados do bem-estar animal, também entretêm cães e gatos que ficam muito tempo sozinhos em casa; distraem animais hiperativos; estimulam a movimentação dos músculos, garantindo a queima de gordura excessiva e a redução do sedentarismo; e garantem uma melhor saúde bucal para o animal.



Dentre os comportamentos naturais estimulados pelos brinquedos, o mais frequente é o da caça. Afinal, não podemos esquecer que nossos bichinhos de estimação são parentes de grandes caçadores naturais - o lobo cinzento e os grandes felinos - assim, naturalmente, eles possuem instintos e comportamentos naturais de caça. É importante informar que a caça não envolve apenas a perseguição de sua presa. Ela envolve desde o forrageamento (procura pelo alimento) até a ingestão de fato. Desta forma, existem no mercado brinquedos que mimetizam todas essas fases da caça.


Temos como exemplo de brinquedos para cães:

  • Brinquedos sonoros: são aqueles que fazem bastante barulho quando os cães os mordem! Estão associados aos sons que suas presas fazem;

  • Brinquedos recheáveis: é possível esconder petiscos ou mesmo a ração em seu interior, simulando a busca do animal por alimento.

Quando um brinquedo e/ou um acessório, como os comedouros lentos, dificultam minimamente a alimentação do pet, eles estimulam o animal a se esforçar um pouco para conseguir comer. Assim, eles mantêm o animal entretido e tornam a alimentação mais duradoura, reduzindo a ocorrência de alguns problemas no trato gastrointestinal causados por uma alimentação muito rápida.


No caso dos gatos, os brinquedos são geralmente mais focados em estimular a caça por diversão. Para isso, são utilizados desde ratinhos de borracha até bolinhas com guizos e varinhas com penas, os quais simulam suas presas naturais. Além desses, podemos citar:

  • Arranhadores: importantes para a manutenção das unhas;

  • Túnel: é um ótimo refúgio e estimula a prática de exercício físico, combate a ansiedade e estresse felino.

Não podemos nos esquecer de falar das brincadeiras interativas entre pets e seus tutores, com bolinhas e ratinhos de borracha, por exemplo, as quais são extremamente importantes tanto para cães quanto para gatos!

É importante ressaltar que cães e gatos possuem diferentes preferências quanto aos seus brinquedos! Mas a diferença não para por aí: mesmo entre indivíduos da mesma espécie, o gosto pelos brinquedos pode variar de acordo com a idade, porte e indivíduo em questão.

Além disso, o uso de brinquedos inespecíficos para a espécie pode fazer com que o animal o engula acidentalmente ou tenha um caso de alergia, então é necessário ter cuidado e sempre escolher os acessórios que foram feitos para a espécie. Outro fator é que os brinquedos não são indestrutíveis! Todo cuidado com pequenos pedaços é pouco!

Salientamos a necessidade de trocar os brinquedos regularmente, porque, além de os pets poderem “enjoar” deles com o tempo, eles podem ficar desgastados e destruídos, o que pode causar engasgos e até mesmo sufocamento. A higienização dos brinquedos também é muito importante, de modo que as pelúcias podem ser lavadas com sabão neutro, enquanto que os brinquedos de plástico, com detergente neutro.


Por fim, os brinquedos podem ainda contribuir para prevenção de doenças neurodegenerativas, como é o caso da Disfunção Cognitiva Canina, e auxiliam na eliminação de alguns comportamentos indesejados dos animais, como:

  • Comportamentos destrutivos;

  • Ansiedade por separação ;

  • Lambedura e vocalização excessivas;

  • Agressividade;

  • Auto mutilação;

  • Ingestão de fezes.

Fontes:

HENZEL, Marcelo. O enriquecimento ambiental no bem-estar de cães e gatos. 2014. 53 f. Monografia - Curso de Medicina Veterinária, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2014;


Pet Games®; Canal do Pet.



30 visualizações1 comentário

Posts recentes

Ver tudo
  Empresa Júnior de Assistência Veterinária
Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87
Cidade Universitária - CEP 05508 270 - São Paulo - SP ​
(11)  3091 7702
whatsapp +55 11 99853-1457 ou +55 11 97420-7368
 
 
ejav.fmvz.usp@gmail.com

ACOMPANHE-NOS

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone