Buscar

O que é "Shelf life"?

Atualizado: 20 de nov.

Shelf life é o termo em inglês que se refere à vida de prateleira ou prazo de validade de um alimento, ou seja, o tempo em que o produto pode ser conservado, sofrendo pequenas mudanças que são, até certo ponto, consideradas aceitáveis para o consumo. Em outras palavras, é o tempo no qual um produto alimentício se mantém seguro, obedece à rotulagem em relação à informação nutricional e conserva as características sensoriais, químicas e físicas desejadas quando estocado em condições recomendadas (GIMÉNEZ; ARES; ARES, 2012).

Assim, a partir dessa definição, entende-se que os fatores que envolvem a produção de alimentos são extremamente amplos e devem ser de conhecimento e responsabilidade, segundo a Legislação Brasileira, do fabricante.


Dentre os fatores que interferem no prazo de validade de um alimento, estão aqueles que são classificados como extrínsecos ou intrínsecos.

  • fatores extrínsecos são parâmetros relacionados ao meio, como os fatores ambientais (temperatura, umidade, luz), processo de produção, composição do ar presente dentro da embalagem, armazenamento, transporte e manuseio do consumidor (preparo antes do consumo).

  • fatores intrínsecos referem-se às propriedades do alimento, como a atividade de água (água disponível no alimento), potencial de oxirredução (capacidade de oxidação ou redução do alimento, que é determinante para crescimento de microrganismos específicos), pH (acidez ou alcalinidade), nutrientes disponíveis (os microrganismos apresentam necessidade nutricionais distintas) e microbiota natural.


Assim, não é possível avaliar se um produto alimentício está apto para o consumo apenas utilizando-se de indicadores como bolor, odor ou outro aspecto de deterioração. Antes desses estágios, esse alimento já apresenta alterações químicas e microbiológicas que contraindicam o consumo.


Você produz alimento e não sabe o shelf life do seu produto? Entre em contato com nosso time, porque a gente pode te ajudar!

Para saber mais, acesse:

Texto por Andréia Vieira

@andreiavis_lip