O que é bem-estar animal?


O bem-estar animal é, de maneira simples e objetiva, o estado em que os animais se encontram quando são fornecidas todas as condições para que eles vivam em sua zona de conforto. Independentemente da finalidade para a qual o animal é criado, as condições são ajustadas e controladas de tal modo que, dentro das suas necessidades específicas, eles sejam capazes de produzir mais e melhor, com qualidade de vida.

Cada espécie animal tem o seu metabolismo, suas carências e sua forma de responder ao mundo que lhe cerca. Portanto, em cada sistema produtivo (suinocultura, avicultura, pecuária etc.) as circunstâncias em que elas são mantidas e o modo como são manejadas serão diferentes.

Entretanto, todas essas conjunções são construídas com base nas mesmas premissas. E foi a FAWC (Farm Animal Welfare Comittee), grupo destinado a estudar e difundir os princípios do bem-estar animal, que instituiu as suas 5 liberdades. De acordo com a teoria, os animais devem estar:

  1. livres de medo e estresse;

  2. livres de sede e fome;

  3. livres de qualquer desconforto;

  4. livres de dor, injúrias e doenças;

  5. livres para expressarem seu comportamento natural.

Como surgiu a preocupação com o bem-estar animal?

Os primeiros estudos acerca do bem-estar animal tiveram início na década de 1960 e envolviam a criação de bovinos. Hoje, esse conceito é mais aprofundado e ampliado a todos os animais destinados a suprir as demandas alimentícias do ser humano.

Hoje se sabe que os animais são seres sencientes — capazes de sentir emoções, sejam elas boas ou ruins. Então, a maneira como eles são tratados nos criadouros é uma questão ética e humanitária. Além dessa crescente conscientização, as pessoas também estão cada vez mais exigentes com a qualidade dos alimentos que consomem.

Isso tudo se somou às evidências observadas que, quando os animais estão dentro da sua zona de conforto (isto é, vivendo sob condições de temperatura, umidade, etc., ideais para o funcionamento perfeito de seu metabolismo), eles produzem leite, ovos e carne em maior quantidade e de melhor qualidade.


Por que se preocupar com o bem-estar animal?

Uma vez entendido o conceito de bem-estar animal e que sejam aplicados os seus princípios, fica mais fácil perceber que, quanto melhor eles forem tratados e mais constantes forem os fatores externos a que eles são expostos, menos interferência haverá na produção. Ou seja, quando se mantém a ambiência da fazenda e se assegura a boa nutrição e o status sanitário aos animais, o desempenho é melhor.

As aves, os bovinos e os suínos criados hoje em dia são frutos de melhoramentos genéticos, que é o cruzamento entre linhagens para se adquirir um determinado atributo. Isso confere a eles uma maior plasticidade imunológica e fisiológica e uma grande capacidade de conversão alimentar, além de apresentarem algumas características desejadas (menor capa de gordura nos suínos, por exemplo).

Entretanto, o potencial genético dos animais só é atingido quando eles têm à sua disposição água limpa, nutrição de qualidade e adequada para cada fase do seu desenvolvimento, manejo da sua saúde e respeito ao seu comportamento natural. Isso tudo significa que garantir o conforto animal é a maneira mais certeira de produzir mais e melhor.


A EJAV oferece o serviço de consultoria em relação ao bem-estar animal de animais de produção e pets. Tem interesse? Entre em contato conosco!



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo