Buscar
  • ejav-usp

A realidade preocupante do tráfico de animais no Brasil

O tráfico de animais silvestres é uma das maiores atividades ilícitas no mundo, sendo o Brasil um grande alvo desse tipo de crime devido a enorme biodiversidade existente no país. Além da finalidade de utilizar os animais como pets, o tráfico de animais silvestres também é alimentado por colecionadores particulares, compradores de produtos de fauna (couros, peles, etc) e produtos para fins científicos ilegais.

Apesar de ser considerado crime inafiançável (lei de crimes ambientais, criada em fevereiro de 1998), estima-se que essa prática seja responsável por retirar da natureza cerca de 38 milhões de animais todos os anos no Brasil, o que leva a um cenário preocupante para o futuro.

Fonte: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/noticia/2019/06/24/onde-esta-a-fauna-brasileira-panorama-do-trafico-de-animais-revela-futuro-preocupante.ghtml. Acesso em 13 de outubro de 2019.


A maioria dos animais que são traficados ilegalmente é composta por aves, sendo que cerca de 70% desses animais são utilizados para alimentar o mercado interno e o restante é exportado. Estima-se que apenas um em cada dez animais sobreviva desde o momento da captura até a venda, já que a apanha na natureza é feita de forma estressante e cruel, e o transporte geralmente é feito em bolsas, garrafas e outros objetos que geram intenso sofrimento ao animal. Além disso, muitos animais são dopados no processo, passam fome e sede e podem se ferir tentando escapar.

Fonte: https://images.app.goo.gl/WoMjrbaEQuJJYRVc9. Acesso em 13 de outubro de 2019.


Além do sofrimento que o animal passa desde sua captura até a venda, o mesmo dificilmente terá suas necessidades atendidas por seu proprietário, que muitas vezes pensa estar fazendo bem ao animal. O animal sofre de um estresse crônico e está sujeito a diversas doenças, sendo privado de sua liberdade e perdendo sua capacidade de caçar, se proteger de predadores e de se abrigar, além de ser um possível vetor para zoonoses, como por exemplo a febre amarela. Já que perdem suas habilidades de sobrevivência quando em cativeiro, se esses animais retornam à natureza dificilmente conseguirão sobreviver, mesmo que estejam em um ambiente propício. Além do impacto na vida do animal, há também o impacto ambiental que a retirada desses animais da natureza gera, como menor dispersão de sementes, desequilíbrio de cadeias alimentares, entre outros.


Fonte: https://images.app.goo.gl/GKXxiAFdqoKvaZUL8. Acesso em 13 de outubro de 2019.


O tráfico de animais, juntamente com a diminuição de cobertura vegetal e das áreas de conservação ambiental, é um dos maiores responsáveis pela extinção de espécies no Brasil, sendo necessárias políticas mais rígidas de fiscalização e denúncia, além da conscientização da população através de medidas educativas, a fim de reduzir essa prática de forma a evitar maiores perdas.


Referências:

- Disponível em: http://www.renctas.org.br/ambientebrasil-trafico-de-animais-silvestres/

- Disponível em: https://g1.globo.com/sp/campinas-regiao/terra-da-gente/noticia/2019/06/24/onde-esta-a-fauna-brasileira-panorama-do-trafico-de-animais-revela-futuro-preocupante.ghtml

-Disponível em: http://g1.globo.com/brasil/noticia/2010/10/saiba-qual-e-rota-do-trafico-de-animais-silvestres-no-brasil.html

0 visualização
  Empresa Júnior de Assistência Veterinária
Av. Prof. Dr. Orlando Marques de Paiva, 87
Cidade Universitária - CEP 05508 270 - São Paulo - SP ​
(11)  3091 7702
whatsapp +55 15 99102-6560 ou +55 11 94020-6002
 
 
ejav.fmvz.usp@gmail.com

ACOMPANHE-NOS

  • Branca Ícone Instagram
  • Branco Facebook Ícone