A importância da taurina para gatos

Cães e gatos necessitam de uma dieta equilibrada que provenha todos os nutrientes essenciais para o seu crescimento e a manutenção da sua saúde, assim como qualquer ser vivo. A taurina, por exemplo, é um aminoácido primordial para o funcionamento do coração, da visão e do sistema reprodutivo dos animais; entretanto, os gatos não conseguem produzir sozinhos a quantidade necessária desse nutriente. Entenda a importância da taurina no organismo desses animais.



O que é a taurina e onde é possível encontrá-la?


A taurina é um aminoácido que, diferentemente dos outros, não é incorporada às proteínas, ou seja, ela não é utilizada na formação de proteínas. Desempenha um papel-chave em diversos processos do organismo dos felídeos e, assim, os alimentos para gatos precisam suprir as suas demandas nutricionais de forma efetiva caso contrário, os gatos podem desenvolver graves distúrbios metabólicos e doenças.

Ela é encontrada exclusivamente em proteína de origem animal, mais precisamente nos órgãos e nos músculos. Dessa forma, as vísceras de bovinos e aves são excelentes fontes do aminoácido, assim como mexilhões e camarões. Ovos e laticínios também provêm boas quantidades de taurina. Todos esses alimentos podem ser fornecidos aos gatos.


Quais são os benefícios da taurina?

  • regula os níveis de sódio e água nas células;

  • tem ação antioxidante, o que ajuda a combater o envelhecimento e a aumentar a expectativa de vida;

  • estimula o metabolismo e o crescimento muscular;

  • atua na produção dos sais biliares, melhorando a digestão;

  • tem ação neurotransmissora (age nas células do sistema nervoso);

  • atua de forma positiva nas células da retina.


Qual a sua importância?


Como mencionado, a taurina não se comporta como os demais aminoácidos, que se combinam para constituir grandes cadeias proteicas. Entretanto, ela tem uma influência direta na estrutura muscular e no metabolismo dos mamíferos e é primordial para o funcionamento do coração, da visão e do sistema reprodutivo dos animais, além de participar da formação da bile, sendo um importante agente na digestão.

Os gatos que apresentam deficiência desse aminoácido no organismo podem manifestar patologias como perda de audição, falhas reprodutivas e desenvolvimento fetal insuficiente, cardiomiopatia dilatada e degeneração central na retina dos felinos.



Portanto, a taurina trata-se de um elemento vital para a saúde dos felinos, e a melhor forma de fornecê-la para os gatos é por meio de uma dieta equilibrada, seja ela por ração, ou alimentação natural. Vale lembrar que a suplementação inadequada pode ser prejudicial, tanto quando a taurina é fornecida em menor quantidade quanto em maior quantidade aos gatos. Uma nutrição apropriada maximiza a saúde, o bem-estar e a longevidade dos gatos.



Fontes:

  • Blog da Royal Canin

  • Blog da Petlove


Texto por: Helena Martos Romboli


16 visualizações0 comentário