top of page
Buscar
  • Foto do escritorejav-usp

11/10 - Dia nacional da prevenção contra obesidade

A obesidade é caracterizada pelo excesso de tecido adiposo, podendo prejudicar a saúde do animal e causar diversas doenças. No Brasil, estima-se que 25% a 40% dos animais domésticos estão com sobrepeso ou obesos.

Os maiores riscos da obesidade são: diabetes, problemas respiratórios, cardíacos, dermatológicos e reprodutivos, estresse térmico, dores nas articulações, neoplasias, menor expectativa de vida, hiperlipidemia, entre outros.


Os animais podem ficar obesos por diversas razões, sendo as mais comuns: 

  • Alimentação incorreta: principalmente pelo excesso de ração e de petiscos

  • Distúrbios hormonais

  • Sedentarismo: falta de exercícios físicos

  • Castração tardia (na fase adulta)


Como identificar obesidade no meu pet?

Os animais podem abandonar alguns hábitos por dificuldade de realizá-los, uma vez que exigem esforço físico. Exemplos são: gatos parando de se lamber, indisposição para correr ou brincar, dificuldade respiratória, pouca movimentação, etc.

No entanto, nem sempre é fácil identificar tais características, por isso a importância de realizar exames periódicos com os bichinhos. O diagnóstico também pode ser feito por um veterinário com apalpação na técnica de identificação de Escore de Condição Corporal.


Prevenção

A melhor forma de prevenir a obesidade dos animais é alimentá-los corretamente, seguindo dietas adequadas para cada animal, e praticando atividades físicas: seja uma corrida, um passeio pelo parque ou uma brincadeira divertida!


Texto por: Isabella Martin Lourenço 



Comments


bottom of page